sábado, 13 de outubro de 2012

Como eu queria que fosse diferente.

Tenho sentimento tão forte por você, que não sei nem como explicar de tanto que me sufoca. Não sei se é amor, amizade, carinho, paixão... mas tenho certeza que são todos esse juntos e tudo mais; quero que você fique perto de mim todo o tempo e que não me abandone, quando vejo você  aproximando de mim sinto uma coisa tão boa, um frio na barriga e as famosas borboletas no estômago.Sempre que me abraça sinto uma calma tão grande e um carinho que sente por mim.Quando vejo você com outra pessoa, fico te observando, como ponhe a mão no bolso, passa a mão no cabelo e aquele sorriso de canto de boca. Sinto que preciso de conversa com você, sabe, desabafar e por minhas ideias em dia, a melhor pessoa sem dúvidas é ... você. Sempre que me procura pra conversa fico contente por saber que precisa de mim, mas fico triste por esta falando de outra pessoa e não de mim.Quero te abraçar toda hora, te beijar e dizer que te amo, só que não posso dizer e fazer isso, infelizmente. Porque? Você me trata só como amiga.
Como eu queria que fosse diferente.

2 comentários:

  1. E como isso é duro... coisas que nos coloca a vida, mas somente nós temos algum poder de fazer diferente...

    []s

    ResponderExcluir
  2. Olá Aline,
    Que belo texto você escreveu! Definiu muito bem o quão terrível é essa vontade de querer fazer diferente; mas no fim, faltar a coragem para proporcionar essa mudança. Adorei o seu cantinho!
    Quando quiser, venha visitar o Infinita Calmaria, será muito bem vinda. Já a estou seguindo!
    Abraço!

    ResponderExcluir